Largo da Fábrica Velha - Lenda do Abismo dos Encantados/Lenda de Marim

 

Na zona de Marim, aquando da ocupação deste território pela cultura árabe, havia um bonito e luxuoso palácio onde vivia uma jovem princesa de nome Alina. Um jovem trovador apaixonado por ela, tinha por hábito cantar lindas trovas à rapariga. O pai desta, farto já da situação, chamou ao seu palácio o rapaz, prometendo-lhe a mão da filha caso este conseguisse trazer para as terras junto do castelo a fonte do canal que ficava a 13 léguas de distância numa só noite.


O rapaz partiu com ar pensativo. O pai da rapariga, ficou descansado, pois achava que finalmente conseguira afastá-lo da presença da filha.


Na noite seguinte, à meia-noite, o rapaz não aparecia, Alina estava triste em contraste com a aparência feliz do pai.


Era já madrugada quando se ouviu um alaúde. Era o rapaz, e junto dele uma enorme fonte. O rei, enraivecido, atirou a filha pela janela. Esta caiu junto do seu amor e juntos partiram abraçados pelo ribeiro.
Ainda hoje se diz que nas noites de luar espelhado se podem ver os dois abraçados.